latrocínio

Jovem é indiciado por matar idoso com golpe de enxada

Autor da agressão reagiu ao ser detido, foi baleado e está sob custódia no Husm

Fabricio Minussi

Foto: Mauricio Barbosa (Bei)
Crime aconteceu na tarde de 2 de dezembro na Rua Mário Druck no Bairro Noal

A Polícia Civil (PC) indiciou um jovem, de 21 anos, pelo crime de latrocínio (roubo com morte) de um idoso de 70 anos. No dia do crime, ele teria se passado por jardineiro e após discutir com o dono da casa onde cortaria a grama, o agrediu com um golpe de enxada na cabeça. Olinto Berleze chegou a ser levado para o hospital, mas morreu dois dias depois. O crime aconteceu na residência da vítima na Rua Mário Druck no Bairro Noal no dia 2 de dezembro.

Definida a juíza responsável pelo processo da Kiss em Porto Alegre

Logo após o crime, o jovem foi perseguido por populares e detido nos fundos de uma residência na Vila Lídia por um policial militar (PM) que estava de folga. O suspeito estava com uma televisão roubada da casa do idoso. Ele reagiu à abordagem e acabou atingido na perna com um tiro efetuado pelo PM. Ele também levado ao Husm, onde permanece internado sob custódia. O nome do suspeito não foi informado pela investigação à reportagem. 

MP denuncia seis pela morte de João Alberto em mercado de Porto Alegre

A delegada Alessandra Padula, da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Santa Maria, explica que o inquérito reuniu provas testemunhais e imagens de câmeras de segurança que mostram o jovem caminhando pela Rua Mário Druck com uma enxada e oferecendo serviços de jardinagem momentos antes do crime. As imagens também mostram quando ele chega na casa da vítima. A investigação apurou que depois de entrar na residência houve a discussão e o crime. 

Para quitar dívida, jovem arremessa drogas para dentro de presídio

- É um dos piores crimes previstos no código denal. Foi uma agressão desproporcional e desnecessária tendo em vista a razão do crime que foi o furto de um aparelho televisor. - disse a delegada.

Guardas municipais recebem treinamento para a fiscalização nas ruas

Ela acrescenta que, assim que o jovem receber alta, ele será levado à Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm):

- A Justiça deferiu pedido de prisão preventiva e assim que ele tiver condições vamos colher o depoimento.

Casa é consumida pelo fogo na região norte da cidade

O inquérito foi remetido à Justiça e deve ser analisado pelo Ministério Público, que pode ou não denunciar o jovem.

Internet

wpp.png